Dia de domingo!

Dia de domingo
passo dormindo,
mentindo,
sentindo
meu íntimo
em paz.

Dia de domingo
passo calado,
acordado,
chateado,
encostado,
sem mais.

Dia de domingo
passo com os versos
inversos
do meu universo
poesia.

Dia de domingo
ninguém chama
(ainda bem!)

Só tenho domingos
nas minhas semanas
(você também?)

Severino Figueiredo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s